107 – Lee Miller

03.10.15CM

Outubro 2015

Lee Miller foi a fotógrafa norte-americana que colocou a realidade brutal da linha de frente da Segunda Guerra Mundial nas páginas da Vogue. Como uma retrospectiva de seu trabalho, abre no Imperial War Museum em Londres, uma mostra que exibe o seu legado.

Há muitos rostos para Lee Miller. Ela é a jovem, vulnerável, aparece nua em fotos amadoras de seu pai, uma figura colorida distorcida em pinturas de Picasso, uma supermodelo cuja imagem foi capturada por Edward Steichen, Arnold Genthe, Nickolas Muray ou George Hoyningen-Huene.

Desde sua morte, seu filho, Antony Penrose, tem trabalhado arduamente para nos mostrar a mulher que existia para além do olhar desses homens. Como ele coloca, cada um deles “tomou um pequeno pedaço dela para si”. Apenas algumas semanas depois de seu falecimento, enquanto limpava o sótão, Antony encontrou 60.000 de seus negativos originais, ao lado de 20.000 cópias e folhas de contato.

Lee Miller - Cleon Gostinski - Fonte i-D

Informar Erro

Informar ErroClose